Caminhos



Ficámos parados. Por vezes quase parece que ainda tocamos as mãos um do outro para ter a certeza que nenhum avançou.


Difícil quando não se sabe o caminho que se quer fazer.
Apenas se conhece o que não se quer percorrer.

Não quero perder-te.




Pic.by insure

6 comentários:

Esmeralda disse...

Não toques somente na mão.
Agarra-a!
Prende-a!
Caminhem os dois num só sentido.

beijocas

Azul disse...

Olá!

Por vezes até sabemos qual o caminho que queremos fazer. Mas por vezes, acontece também sabermos que esse caminho não é possível ou é dificil demais.

A certeza que se tem é essa mesmo que tao bem descreves. "Apenas se conhece o que não se quer percorrer. Não quero perder-te".


Gostei muito!
Beijinho
Azul

Shadow disse...

Uma delícia de texto.

Bjs,
Shadow

Pedro Branco disse...

Rompo este silêncio com o grito da paixão
Saltimbanco por entre cantos e flores
Aprendiz de mil e um amores
Com que pinto a sofreguidão

Fotografo o momento da mão na mão
Memória de tempestades e sabores
Morrerei no dia em que fores
Sem pena, sem dó, sem caixão

Amar é assim esta graça em turbilhão
O bater dos tambores
O passo rente dos andores
A serena inquietude do coração

Black Kittie disse...

Olá

mesmo não sabendo o que caminho percorrer...vai caminhando...e ele vai te surgindo a frente...

Beijits

Crystal disse...

Dificil comentar-te, impossível não o fazer...Sinto-me em casa.Um dia tb eu escrevi assim.Quanto ao sentir? Existem coisas que nunca passam, existem caminhos que para sempre se negam, existem escolhas que nunca se perdoam...

Um bj